Família que comia rato para sobreviver, agora tem que se alimentar de pássaros | Rádio Arara FM 87,9

ULTIMAS NOTÍCIAS

.

.

Família que comia rato para sobreviver, agora tem que se alimentar de pássaros



Há um ano, a família de Arlinda Soares, de 34 anos comia “Ratos de Junco” para poder matar a fome. A história de Arlinda e dos seus nove filhos, que moram em Alagoa Grande, localizada no Brejo paraibano, foi amplamente divulgada no início de julho de 2015. Com a notícia, muitas ajudas chegaram na época. Hoje, um ano depois, a situação não é muito diferente do primeiro encontro. O repórter Écliton Monteiro, da rádio 98 FM, foi até o local e viu o estado de miséria que a família ainda vive. Hoje, os ratos não estão mais nas panelas, mas deram lugar a passarinhos.
“Isso é a realidade, agora estamos comendo passarinho. Antes era rato, agora é passarinho”, afirmou Arlinda.
Com uma renda de apenas R$ 400 mensais, oriundas do Bolsa Família, Arlinda tem que sustentar nove filhos, sendo o mais velho deles com 16 anos e o mais novo com três meses. Ela afirma que ninguém da família está trabalhando no momento e que, mesmo que ela conseguisse emprego, ficaria difícil trabalhar, por ter que ficar com o bebê. A mãe diz que a feira que faz com o dinheiro que tem só dura até a metade do mês.
De acordo com Écliton, a única coisa que tinha para comer nesta sexta-feira (01) na casa de Arlinda era uma panela de arroz e dez passarinhos, que foram caçados por alguns de seus filhos durante a noite da quinta-feira (30).
Situação era parecida há cerca de um ano
A história da família ficou conhecida em 2015 após o registro de um jornalista que esteve no local para fazer uma matéria sobre outro assunto. Na ocasião, ele flagrou os filhos de Arlinda chegando na casa com ratos nas mãos. Ao perguntar para que eram aqueles ratos, os meninos afirmaram que era para comer.
“Eu fui até a casa da família para fazer uma reportagem sobre um homem que tinha morrido na comunidade. Quando estava iniciando a matéria, vi as crianças saindo do mato com os animais e todos tratados. Perguntei para qual a finalidade dos animais e eles foram enfáticos: para comer. Fiquei chocado com a situação de pobreza da família”, relatou o jornalista ao Portal Correio na oportunidade.
Além de substituir os ratos por passarinhos, outra coisa mudou na vida desta família. Desta vez para melhor. A casa, que antes era de barro, agora é de tijolo e cimento. No mais, tudo igual: fome, sofrimento e esperança.

Fonte : Correio da Paraíba

0 comentários Em"Família que comia rato para sobreviver, agora tem que se alimentar de pássaros"

Deixe um Comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagem mais recente Postagem mais antiga